Dicas sobre carreira

7 razões para escolher estudar em uma universidade ou faculdade particular

julho 2, 2019
universidade particular
Tempo de leitura 6 min

Escolher onde cursar o ensino superior é uma decisão importante, principalmente entre tantas instituições. Nesse momento, uma das principais dúvidas dos estudantes é a decisão entre uma universidade particular ou pública.

Encontrar uma instituição de qualidade é essencial para ter bons resultados nos estudos e desenvolver uma carreira de sucesso. Por isso, o assunto é alvo de constantes discussões, mas o fato é que as faculdades privadas oferecem diversos benefícios para os alunos.

Quer saber quais são eles? Então, continue a leitura deste artigo e descubra 7 razões para escolher estudar em uma instituição particular!

1. Qualidade do ensino

Os cursos superiores são constantemente avaliados pelo Ministério da Educação (MEC) e precisam ser credenciados para funcionar. Isso significa que eles devem seguir os requisitos da legislação para manter o funcionamento regular, que são os mesmos exigidos para qualquer instituição.

Além disso, as opções privadas devem fazer investimentos para atrair mais alunos todos os anos, o que exige um intenso controle de qualidade, envolvendo diversos aspectos, como matriz curricular, professores e infraestrutura.

Os cursos são classificados com até 5 estrelas, sendo consideradas as melhores instituições aquelas com avaliação 4 ou 5, mas a nota 3 ainda é uma avaliação positiva. Diante de dúvidas sobre a qualidade do ensino em uma universidade particular, consulte a média obtida no MEC.

2. Infraestrutura oferecida

As universidades particulares não dependem de repasses do governo para funcionar, o que facilita os investimentos em estrutura, mobiliário e equipamentos para os alunos, sempre com foco no conforto e nas melhores condições de aprendizado.

As instalações costumam ser mais modernas e passar por constantes adequações. Laboratórios com bons equipamentos, computadores atualizados e disponibilidade de equipamentos de suporte às aulas, como projetores, otimizam o processo de aprendizado.

A segurança é outro diferencial, já que as instituições particulares têm mais liberdade para contratar mão de obra qualificada para esse tipo de serviço, além de garantir uma estrutura bem iluminada e com equipamentos adequados para que os alunos se sintam seguros nas dependências da faculdade.

3. Menor risco de greves

Infelizmente, notícias sobre greves de professores não são tão raras e, nas universidades públicas, isso afeta o calendário acadêmico e resulta em atrasos para a formação do estudante. Em muitos casos, para repor as aulas pedidas no período, os alunos precisam frequentar a faculdade durante as férias, atrapalhando também os momentos importantes de lazer e descanso com a família.

Nas universidades particulares, o risco de greve é praticamente inexistente, principalmente porque as negociações não dependem do governo. Além disso, em caso de problemas pontuais que resultem na falta de professores, a faculdade tem condições de enviar substitutos capacitados para garantir que os alunos não percam as aulas.

Desse modo, o estudante tem a garantia de que poderá ser formar no tempo certo, pelo menos no que depender das condições ofertadas pela instituição. Obviamente, a dedicação e o desempenho do estudante também têm impacto direto nesse resultado.

4. Qualificação do corpo docente

universidade particular

A contratação de professores segue processos internos próprios e, apesar de não se dar por meio de concurso público, ela garante a qualificação do corpo docente envolvido nas atividades.

Para isso, não são considerados apenas o conhecimento técnico e diplomas: a didática e a capacidade de repassar seus conhecimentos em sala de aula também são avaliados com atenção. Afinal, a forma como o conteúdo é explicado influencia diretamente a compreensão pelos alunos.

Tendo em vista que não há estabilidade no contrato de trabalho e a demissão não exige motivação específica, a universidade particular tem mais liberdade para lidar com o corpo docente. Como consequência, os profissionais têm uma preocupação constante na manutenção de um ensino de excelência, para garantir que continuarão no cargo.

5. Maior recorrência nos vestibulares

As formas de ingresso em uma faculdade particular são mais flexíveis do que nas universidades públicas. Em geral, é possível participar de vestibulares regulares e agendados, usar a nota do Enem e, até mesmo, o diploma de outro curso superior.

Além disso, os vestibulares acontecem com mais frequência, uma vez por semestre. Assim, se você não fez o vestibular no final do ano, porque ainda não tinha decidido qual curso fazer ou nem pretendia cursar a faculdade, não é necessário esperar o ano seguinte para iniciar os estudos.

Por outro lado, nas opções públicas, normalmente existe apenas uma tentativa por ano, por meio de vestibular ou do Enem. Se você não conseguir um bom desempenho na prova ou perder a data por qualquer motivo, infelizmente terá que esperar um longo período para tentar novamente.

6. Matriz curricular sempre atualizada

A matriz curricular das universidades particulares é constantemente atualizada para acompanhar as tendências do mercado de trabalho e mudanças nas áreas de atuação, principalmente porque o foco dessas instituições é preparar o aluno para o exercício profissional.

Nessas faculdades, o corpo docente geralmente tem uma atuação profissional na área, o que faz com que os professores tenham contato direto com o mercado e tragam as tendências para dentro do curso, repassando as ideias para a coordenação. Assim, os responsáveis podem fazer as atualizações necessárias para adequar a matriz curricular.

7. Custo-benefício

O pagamento de mensalidades muitas vezes desanima os estudantes. Porém, com todos os benefícios oferecidos, essa é uma escolha que traz um ótimo custo-benefício. Todo o investimento realizado será revertido em prol do aluno, garantindo a manutenção de uma estrutura de qualidade e do corpo docente qualificado. Além disso, para facilitar, é possível encontrar opções de descontos.

Os turnos de estudo também são mais organizados e, geralmente, focam em apenas um período do dia, de manhã ou à noite. Isso permite que os estudantes se organizem para conciliar os estudos com estágios ou trabalho mais facilmente, proporcionando experiências importantes para a carreira e auxiliando no custeio da faculdade.

Como vimos, optar por uma universidade particular traz diversas vantagens, mas é importante contar com uma faculdade de qualidade. Portanto, analise as instituições de ensino e a estrutura oferecida aos alunos para encontrar a melhor alternativa para a sua carreira.

Se você gostou do conteúdo e está interessado em fazer o curso superior, entre em contato conosco e conheça os diferenciais que a Faculdade da Polícia Militar oferece para a sua formação!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário