Educação em Saúde

Quais os principais impactos da nanotecnologia na saúde?

fevereiro 24, 2021

A nanotecnologia na saúde tem se destacado nos últimos anos, pois, com os seus avanços, é possível notar o aumento da eficácia em tratamentos e diagnósticos para doenças degenerativas, por exemplo. Por meio dos conceitos de computação, física, química e biologia molecular, a nanotecnologia tem várias aplicações que prometem grandes avanços na ciência, portanto, na saúde não é diferente.

Esse estudo é baseado no controle e manipulação de mini partículas, onde se analisa o desenvolvimento dos materiais. Se comparado a uma escala normal, as partículas são mais estáveis, porém na nanoescala, os materiais podem se tornar mais fortes e resistentes, capazes de melhorar as propriedades das mini partículas.

Nesse sentido, a nanotecnologia na saúde tende a ser ainda mais promissora nos próximos anos. Por isso, acompanhe a seguir como é a sua aplicação na área médica!

Como é a nanotecnologia na saúde?

Os estudos na nanotecnologia influenciam diretamente nos avanços da medicina. Tornando assim, possível a realização de diagnósticos e tratamentos que, até há poucos anos, eram mais difíceis de identificar com antecedência ou alcançar uma intervenção eficiente. Entenda mais!

Descoberta de doenças e curas

Entre as aplicações da nanotecnologia na saúde, está a de possíveis descobertas de algumas doenças. Os nanodispositivos são aplicados no paciente e permite colher dados indicativos, em tempo real, sobre alterações do corpo humano. Em seguida, com acompanhamento médico, é feito o tratamento.

Contudo, há chances de descobrir com antecedência a formação de distúrbios causadores de doenças, como o câncer, por exemplo. Nesse sentido, a cura é outra oportunidade da nanotecnologia, afinal, existe um processo de aplicação de nanotubos no paciente, no qual o tecido celular é exposto a uma luz a laser para matar as células defeituosas, sem afetar as saudáveis.

Segurança em medicamentos

Semelhante ao processo de cura citado no tópico anterior, a segurança com uso de medicamentos é umas das aplicações mais promissoras. Assim, dá para direcionar o medicamento na célula que precisa ser tratada. Consequentemente, os efeitos colaterais diminuem e aumentam a qualidade de vida do paciente.

Tratamentos mais rápidos e eficazes

Com a manipulação e controle nas mini partículas, os tratamentos se tornam mais eficazes, pois as chances de rejeição, quando implantadas no paciente, diminuem devido à alta compatibilidade com o organismo da pessoa. Como resultado, temos um tratamento mais rápido e assertivo.

Qual a importância para a saúde?

A nanotecnologia promete trazer muitos benefícios e conquistas na área da saúde, seja para pacientes ou para os profissionais de saúde. Como vimos, graças às suas teorias, é possível potencializar diagnósticos e tratamentos eficientes. Dessa forma, mesmo durante a terapia, há chances de manter a qualidade de vida do paciente.

No entanto, para os profissionais de saúde, os benefícios estão relacionados aos equipamentos, como seringas, bisturis e outros materiais importantes nas rotinas ambulatorial e hospitalar. Por meio de nanopartículas, é possível barrar e impedir a proliferação de microrganismos, que poderiam resultar em infecções.

No entanto, mesmo que ainda precise de mais estudos e testes para usar esses recursos com cuidado, a nanotecnologia na saúde tem capacidade para fazer muitas mudanças na ciência como um todo. Afinal, o leque de possibilidades desses estudos são amplos, tornando-se cada vez mais funcionais e seguros para o mundo.

Gostou do nosso artigo sobre a nanotecnologia na saúde? Então, acesse nosso site, curta nossa página do Facebook e visite também às demais Redes Sociais.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.