Outros

PASSANDO POR UMA QUEDA DE PRODUTIVIDADE? MANTENHA A CALMA E LEIA ESTE POST!

fevereiro 23, 2021

Existem diversas situações que afetam a rotina e causam queda de produtividade. Porém, diante de tantos compromissos e obrigações, isso gera preocupações com o desempenho acadêmico ou com o trabalho, o que afeta os resultados obtidos e pode causar quedas nas avaliações de ensino ou profissionais.

Contudo, por mais que isso traga a sensação de que você está falhando ou que precisa dar conta de tudo, é fundamental manter a calma. Para ajudar, preparamos este conteúdo com algumas dicas importantes sobre como manter o rendimento. Confira!

Afinal, é normal ter uma queda de produtividade?

Antes de tudo, é fundamental que você entenda que é absolutamente normal passar por fases em que acontece a queda de produtividade. Isso ocorre por diversos fatores, tais como:

  • problemas pessoais;
  • dificuldades financeiras;
  • doenças;
  • cansaço ou fadiga;
  • situações de estresse.

A produtividade está ligada ao emocional, então, preocupações externas podem afetar o rendimento e isso acontece com qualquer pessoa. Por isso mesmo, você não deve se cobrar demais ou se culpar pelos momentos de dificuldade.

No entanto, se a fase for muito persistente e duradoura, vale a pena buscar algumas formas de superá-la. Em alguns casos, o apoio profissional de um psicólogo pode ajudar a lidar com o emocional para conseguir uma melhoria no quadro. Em outros casos, seguir algumas dicas de produtividade pode ser o suficiente para combater a queda no desempenho.

Como aumentar a produtividade?

Se você está com dificuldades de manter o foco nos estudos, obter bons resultados no trabalho e permanecer produtivo, separamos algumas dicas que podem ajudar.

Manter ambientes organizados

Se você estuda ou trabalha em um espaço bagunçado, saiba que isso pode causar a queda de produtividade. O volume de objetos espalhados e que ocupam o campo de visão, afeta a concentração.

Outro problema é que a desordem geralmente faz com que você precise se deslocar e interromper as tarefas em buscas de objetos, por exemplo. Em alguns casos, o tempo perdido é ainda maior devido à necessidade de procurar os itens no ambiente.

Desse modo, manter um ambiente organizado para a realização das atividades do dia a dia ajudará na produtividade. Invista algumas horas para separar todos os elementos para que fiquem acessíveis, e organize o lugar após concluir suas tarefas, diariamente.

Evitar ter multitarefas

O home office é cada vez mais frequente, principalmente em decorrência da pandemia da COVID-19, porém, ao trabalhar em casa, muitas pessoas se esquecem de organizar a rotina e os horários, então fazem diversas tarefas ao mesmo tempo. Isso também acontece em relação às atividades da própria faculdade, que pode exigir a realização de trabalhos e a preparação para diversas provas.

Entretanto, apesar de a ideia de conseguir fazer várias coisas simultaneamente parecer atrativa, ela prejudica o desempenho. Ao agir dessa forma, o cérebro não consegue manter o foco por um prazo suficiente para otimizar o rendimento.

Como consequência, você precisará dedicar mais horas para completar todas as atividades e pode comprometer a qualidade. Assim, é fundamental planejar a rotina, determinando horários para cumprir as tarefas, e fazer uma coisa de cada vez.

Ter um espaço confortável

O conforto durante o trabalho ou o estudo influencia no rendimento. Se você fica desconfortável, pode ter dores em diversas partes do corpo, especialmente coluna, pescoço e ombros. Com o tempo, isso dificultará a concentração, reduzindo a produtividade.

Portanto, tenha uma cadeira confortável e uma mesa com altura adequada para manter uma postura apropriada. Verifique o posicionamento dos braços, se têm o apoio correto, assim como os pés, que devem tocar o chão.

O ambiente precisa ter uma boa iluminação para facilitar a leitura, sem forçar demais a visão, o que aumenta o cansaço e pode colaborar com o desenvolvimento de problemas oculares.

Por fim, tenha atenção ao conforto térmico. O excesso de frio ou de calor afeta o rendimento, então verifique como é a ventilação e, se achar necessário, providencie aparelhos para ajudar na climatização, como ventilador, aquecedor ou ar-condicionado.

Desligar o celular

O celular é um dos grandes vilões da concentração. Com notificações constantes e fácil acesso às redes sociais, jogos e outras distrações, o aparelho pode roubar o foco com frequência e atrapalhar o desempenho nas tarefas.

Mesmo uma “olhadinha” rápida é suficiente para afetar seus resultados, pois você interrompe o raciocínio, se distrai com outras informações e, depois, precisará retomar o foco na atividade.

Esse problema também é frequente quando o computador é utilizado como ferramenta de trabalho ou estudo. Acessar as redes sociais e outros sites que não sejam necessários é uma distração que causa a queda de produtividade.

Nesses casos, o ideal é manter o celular desligado ou, ao menos, no modo “não perturbe” para que você não perceba as notificações. Ao utilizar o computador, não abra sites ou programas que não serão utilizados nas suas tarefas.

Usar técnicas de concentração

Existem algumas técnicas que ajudam a manter a concentração e combatem a queda de produtividade. A mais comum é a Pomodoro, no modelo original, onde você deve manter o foco nas atividades por 25 minutos e, em seguida, usufruir de uma pausa de 5 minutos para ir ao banheiro, usar as redes sociais, etc. Depois de 4 ciclos, você faz um intervalo mais longo, entre 15 e 30 minutos.

Ter um tempo certo para manter o foco, com a certeza de que você terá a oportunidade de aproveitar distrações em um período determinado, reduz a ansiedade e aumenta a concentração. Além disso, é possível ajustar os períodos de foco, pausa e intervalo longo, de acordo com seu rendimento, afinal, cada pessoa apresenta resultados diferentes.

Também existem outras técnicas de concentração que podem ser usadas, como os mapas mentais ou o método GTD. Portanto, pesquise as opções para encontrar a mais adequada ao seu perfil.

Sofrer com períodos de queda de produtividade é absolutamente comum, principalmente diante de situações atípicas e preocupações. Porém, seguindo essas dicas, esperamos que fique mais fácil manter o bom desempenho nas suas atividades.

Gostou do conteúdo? Para conseguir trabalhar melhor a produtividade, aproveite para entender os diferentes tipos de aprendizagem!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.