Educação em Saúde

O papel das normas de conduta no ensino para uma melhor aprendizagem

dezembro 10, 2018
Tempo de leitura 5 min

Quando falamos em um ambiente saudável para aprendizado, estamos nos referindo a uma estrutura institucional baseada em regras e normas de conduta que sejam equânimes, justas e passíveis de serem aplicadas e obedecidas por todos. As instituições com disciplina e direcionamento tendem a garantir melhores resultados aos alunos.

Um dos principais guias de comportamento da modernidade foi o imperativo categórico de Kant: “Age como se a máxima de tua ação devesse tornar-se, através da tua vontade, uma lei universal”. No senso comum, “faça com os outros o que gostaria que fizessem com você mesmo”. Esse tipo de pensamento é o ideal para uma melhor condição de paz social e promoção de um local com capacidade para fomentar o ensino e a educação.

Portanto, a obediência às normas de conduta de uma instituição, muito mais que uma simples forma de criar ordem social, é um catalisador importante no próprio processo de aprendizagem. Isso porque a disciplina, a prática de observância às regras e o respeito ao próximo são parâmetros relevantes para nós, enquanto alunos, professores ou funcionários de uma instituição de ensino, especialmente de ensino superior.

Para entender mais profundamente como as normas de conduta auxiliam no processo de aprendizagem, continue lendo nosso artigo!

Compreensão das normas de conduta

Infelizmente, hoje em dia, muito do respeito e compreensão pelas regras e normas de conduta se perdeu, o que é algo lastimável do ponto de vista da educação. As normas de conduta são comportamentos que nos ajudam a conviver em sociedade, pois é a partir delas que sabemos como devemos agir e o que devemos esperar da ação dos outros.

Além disso, as normas de conduta são necessárias para sabermos avaliar situações adversas ou de conflito e lidar com elas. Isso porque, ao nos ditarem comportamentos aceitáveis e desejados dentro da instituição de ensino, também nos mostram como lidar com os comportamentos reprováveis.

Disciplina nos estudos

Obedecer às regras significa ter disciplina, que é a capacidade de seguir um conjunto de princípios que determinam a responsabilidade das pessoas envolvidas em uma situação hierárquica, como a de professor/escola em relação ao aluno, assim como os deveres de obediência e civilidade do aluno em relação aos demais estudantes e ao professor/escola.

A disciplina educacional, que deriva, portanto, da observância das normas de conduta internas da instituição acadêmica, é o que faz possível a execução das atividades de ensino. Nesse sentido, é uma grande facilitadora no processo de aprendizagem, pois permite melhor aproveitamento das aulas, pesquisas, grupos de estudo e demais possibilidades que uma escola ou faculdade pode oferecer.

Vestibular Faculdade PMPowered by Rock Convert

Distribuição de responsabilidades

As normas de conduta trazem as funções e responsabilidades de cada uma das partes envolvidas nas relações que elas administram. A partir desse manual de convivência, é possível emergir as responsabilidades de cada um dentro do sistema interno, o que nos permite saber o que esperar de cada função e a quem devemos recorrer em casos extremos.

Isso é uma lição importante para a vida pessoal adulta e a vida profissional. Com base na distribuição de responsabilidades, o sistema funciona melhor e de maneira mais ordeira, pacífica e tranquila para todos e cria-se um ambiente favorável ao aprendizado. Quando há normas de conduta justas, bem estruturadas, implementadas de forma sólida, é mais visível o funcionamento da hierarquia e cadeia de comando.

Capacitação para obediência à hierarquia

Todas as relações dentro de instituições, inclusive as de ensino, são baseadas na obediência a uma hierarquia. Assim sendo, os relacionamentos entre professores e alunos, entre professores e coordenadores, entre alunos e diretores, todos possuem natureza hierárquica. Significa que os poderes, deveres, direitos e responsabilidades que possuem entre si não são simétricos ou estão na mesma linha de poder.

O conceito de hierarquia e a consciência de sua posição nela têm um papel fundamental no desenvolvimento do aluno para o mercado de trabalho, pois compreender a própria função e colocação nela garante inúmeras vantagens sobre como agir melhor, a quem se reportar e, principalmente, como fazer para ascender nela. A ciência das normas de conduta, também, pode ser uma boa ideia no momento em que outro, deslealmente, age com intuitos disruptores.

Logo, a existência das normas de conduta no ambiente educacional nos leva diretamente à noção de obediência à cadeira hierárquica, o que é uma garantia da ordem e da continuidade dos sistema, implicando a normalidade nas formas de interação entre os diversos níveis da estrutura de comando. Após a faculdade, quando no mercado profissional, essa será uma capacitação diferenciada.

Aprimoramento para o mercado de trabalho

Como dissemos, a existência de normas de conduta nas instituições educacionais ensina disciplina, obediência e facilita a convivência harmoniosa e pacífica entre todos os níveis hierárquicos. Todas essas habilidades desenvolvidas serão diferenciais relevantes na vida profissional. Isso porque, a partir dessa experiência, o aluno compreenderá como trabalhar em empresas, instituições e órgãos complexos, que contem com regras diversas e que tenham gerentes, chefes, diretores e supervisores com quem lidar acima ou subordinados, com quem lidar abaixo na cadeia de comando.

Ao entender, dentro de uma instituição, o futuro profissional sob as normas de conduta, se guiar dentro das regras, conseguirá compreendê-las e usá-las com justiça e equidade, além de se colocar em posições estratégicas dentro de empresas ou órgãos públicos, facilitando o processo de ascensão. Mostrará, igualmente, sua capacidade de ser um bom jogador em equipe, pois saberá que existe um papel a ser desempenhado por cada um.

Como podemos ver, as normas de conduta servem tanto para aumentar o aproveitamento dos estudos quanto para a formação de um profissional de excelência, capaz de se reconhecer dentro da hierarquia respeitar seus pares, superiores e subordinados. Ao se preocupar com a busca por uma instituição de ensino capaz de oferecer esse tipo de conhecimento, o aluno demonstra, desde já, a preocupação com o próprio futuro.

Se você acredita que as normas de conduta realmente têm esse papel fundamental na formação pessoal e profissional do aluno, compartilhe este artigo em suas redes sociais!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário