Dicas sobre carreira

Enfermagem do trabalho: como é atuar nessa área?

fevereiro 23, 2019
Tempo de leitura 5 min

Entre as inúmeras possibilidades existentes para o enfermeiro, quando conclui o curso superior, há um meio de atuação que vem crescendo nos últimos anos: a enfermagem do trabalho. Responsável pela políticas de prevenção e de atendimento ambulatorial dentro das empresas, o profissional é extremamente valorizado e pode contribuir com o bem-estar dos colaboradores.

Atualmente, como existem grandes empresas e até mesmo empreiteiras que realizam mega obras com centenas de trabalhadores, como na construção de rodovias e viadutos, por exemplo, o enfermeiro pode se especializar na área, conquistando mais uma oportunidade de geração de renda e ganhando estímulo na carreira. Você sabe como é trabalhar nessa área? Então confira em nosso post!

O que é a enfermagem do trabalho?

As ações do enfermeiro do trabalho são necessárias dentro de organizações públicas e privadas. Estes espaços de saúde geralmente estão ligados ao trabalho da equipe do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), que tem como objetivo promover a saúde e proteger a integridade física dos trabalhadores.

Dessa maneira, podem contribuir com análises elaboradas para reduzir as condições de periculosidade, com foco na diminuição dos acidentes de trabalho, ou seja, o enfermeiro vai atuar juntamente com a equipe de segurança do trabalho.

Além disso, o profissional também poderá implantar programas de atenção em saúde que estimulem a qualidade de vida, entre eles: tabagismo, obesidade, hipertensão arterial, prevenção de acidentes, primeiros socorros, diabetes, entre outros.

Assim, quem fizer especialização em enfermagem do trabalho poderá ainda elaborar pesquisas de interesse das empresas sobre a saúde dos colaboradores, apontando soluções que contribuam com o aumento da produtividade. Como o nível de competitividade está cada vez mais forte no mercado, as instituições têm interesse em melhorar os índices de desempenho, ou seja, há um vasto campo para o profissional.

Qual é o perfil do profissional?

Primeiramente, a pessoa terá que concluir o curso de graduação de bacharel em enfermagem para depois fazer uma especialização na área. No entanto, antes de terminar a pós-graduação, já é possível atuar nas empresas como enfermeiro. Geralmente, as pessoas que buscam essa área de atuação, são profissionais com facilidade de comunicação. Há outros perfis, como mostraremos agora.

Proatividade

Como, dentro das empresas, muitas situações necessitam de projetos que nunca foram antes sugeridos, o enfermeiro do trabalho deverá ter proatividade para sugerir melhorias e elaborar relatórios, além de muita atitude para conversar com colaboradores e gestores. Por isso, a proatividade é fundamental.

Comprometimento

A saúde coletiva dos colaboradores da empresa depende de muito comprometimento em razão da responsabilidade do profissional em relação à vida dos funcionários. Nas várias funções dentro da empresa, o enfermeiro encontrará situações que necessitarão de atendimentos emergenciais e uma resposta rápida.

Empreendedorismo

Muitos enfermeiros do trabalho montam as suas próprias empresas e começam a prestar serviço em inúmeras instituições, sendo um excelente mercado. Para isso, o espírito de empreendedorismo tem que ser latente na pessoa.

Vestibular Faculdade PMPowered by Rock Convert

Além disso, mesmo que você seja contratado por meio da CLT, haverá necessidade de conhecimentos em gestão para colocar em prática projetos que sejam favoráveis ao bem-estar dos colaboradores e sintonizados com as metas e os objetivos da corporação.

Trabalho em equipe

Sabendo que o enfermeiro vai atuar juntamente com os técnicos em segurança do trabalho, é essencial que o profissional saiba trabalhar em equipe, compartilhando responsabilidades e conquistas.

Como é a rotina do enfermeiro do trabalho?

A rotina de quem faz enfermagem do trabalho é bem diversificada dentro das empresas ou no serviço público, pois várias funções serão acumuladas dentro de suas atribuições.

Por isso, ao contrário de um hospital, a rotina é diferente. É necessário que o enfermeiro esteja habituado com softwares e planilhas, tendo em vista que precisará ler e interpretar relatórios, indicadores de qualidade principalmente que dizem respeito a taxas de faltas, produtividade etc.

Ao lado dos técnicos em segurança do trabalho, também estará responsável pela elaboração da Semana Interna Preventiva ao Acidentes de Trabalho (SIPAT), inclusive com participação efetiva nas orientações da área de saúde. Poderá atender emergencialmente e conduzir trabalhadores aos hospitais, principalmente em casos mais graves, como em um acidente.

Outro ponto extremamente importante é marcar presença em workshops e seminários a fim de que esteja sempre atualizado, levando o melhor para a empresa.

Qual é a tendência do mercado de trabalho?

Um dos principais questionamentos dos estudantes universitários é sobre a tendência do mercado para as áreas de interesse. No caso da enfermagem do trabalho, a expectativa é que as oportunidades aumentem consideravelmente em razão da abertura para os prestadores de serviço advinda da reforma da Lei Trabalhista.

Outro ponto favorável é que a economia brasileira está dando sinais de recuperação, ou seja, existe uma tendência de novas contratações a partir de 2019. Agora, o aspecto que é altamente favorável é o fato de as instituições já terem percebido que investir na saúde do trabalhador tem um retorno garantido.

Isso porque as pessoas agem com mais motivação, se envolvem, vestem a camisa do time e ajudam a melhorar o índice de produtividade. Nessa busca com ganhos para ambos os lados, a enfermagem do trabalho é fundamental para elaborar programas que humanizem os relacionamentos e destinem os devidos tratamentos para quem quer combater determinado problema na saúde.

Portanto, tenha foco nos seus estudos, busque sempre realizar estágios e já vá projetando o futuro na área de enfermagem do trabalho. Certamente, o sucesso estará acompanhando os seus passos!

E você, o que achou do nosso post: foi útil? Trouxe informações relevantes? Quer acompanhar as nossas publicações? Então assine agora mesmo a newsletter e não perca as novidades!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário