Dicas sobre carreira

3 cursos de graduação para você investir na sua carreira

novembro 20, 2018
3 cursos de graduação para você investir na sua carreira
Tempo de leitura 6 min

Um diploma pode fazer muita diferença no seu currículo, e fazer um curso superior superior amplia de forma significativa o seu conhecimento. Alguns cursos de graduação podem promover a qualidade de vida que tanto almejamos, pois aprendemos mais sobre aquilo que temos afinidade e ainda usamos esse aprendizado para trabalharmos com o que gostamos.

O mercado de trabalho tende cada vez mais a buscar pessoas capacitadas. Não é à toa que as multinacionais e grandes empresas brasileiras optam por oferecer vagas para quem tem ensino superior, um segundo idioma, entre outras qualificações. Outra vantagem de fazer um ou mais cursos de graduação é a questão salarial, que tende a ser maior em relação a quem tem apenas o nível básico.

Os cursos de graduação podem ser licenciatura, tecnológico e bacharelado. Para quem busca uma vaga no mercado de trabalho, além da afinidade, a escolha de um curso em alta também pode ajudar na sua carreira. Pensando nisso, separamos algumas dicas e informações para você fazer a escolha certa. Continue a leitura e descubra!

Entenda a importância de pesquisar antes de escolher uma graduação

Em quase todos os momentos de nossas vidas estamos diante de escolhas e com a graduação não é diferente. Além disso, esse é um momento em que estamos entrando na vida adulta, por isso, a pressão pode ser maior ainda. Nesse sentido, pesquisar muito, visitar faculdades, conversar com ex-alunos e até mesmo realizar um teste de vocação podem colaborar para a sua escolha.

Lembrando que nada disso vai trazer a resposta certa, já que a intenção é apenas direcionar você e abrir caminhos para facilitar a sua escolha. Vários outros critérios devem ser levados em conta na hora de escolher uma graduação para você investir na sua carreira, como: perspectiva para o futuro, diversidade de áreas de atuação, condições e oportunidades de trabalhos, salário, desenvolvimento pessoal etc.

Confira algumas opções de cursos de graduação

1. Biomedicina

O bacharel em Biomedicina tem entre suas principais responsabilidades os cuidados com a saúde humana de forma ampla e geral. Ele atua em laboratórios de análises clínicas e toxicológicas e em várias outras áreas, atendendo individual e coletivamente. A coleta de materiais para realização de exames, emissão de laudos, relatórios e pareceres também é função do biomédico.

Além disso, o estudante, durante a graduação, aprende a cuidar da seleção, do desenvolvimento e controle de equipamentos, faz pesquisa, produz e controla produtos biotecnológicos e é capaz de interpretar análises clínico-laboratoriais e toxicológicas. Tudo isso no intuito de prevenir, proteger e recuperar a saúde individual e coletiva, pensando sempre na qualidade de vida da população.

Vale ressaltar, que várias outras áreas de atuação podem ser desenvolvidas pelo profissional biomédico, como: imagenologia, estética, docência de ensino superior, entre outras, desde que devidamente respaldado pela matriz curricular da Instituição de Ensino Superior e habilitado pelo Conselho de Classe.

2. Enfermagem

Outro curso preocupado com diferentes questões da saúde humana é o bacharelado em enfermagem. Nesse caso, a formação teórica e prática possibilita aos enfermeiros compreenderem a complexidade do homem, principalmente, na sua interação com o meio ambiente e com o processo saúde-doença, levando em consideração o indivíduo, a família e a comunidade como um todo.

Assim, é função desse profissional promover ações nas áreas básicas da saúde, trabalhando em equipes multiprofissionais. Dentro desse quadro, o estudante aprende a aplicar metodologias da assistência de enfermagem com base nos princípios da Ética e da Bioética. Podendo atuar nas diversas fases evolutivas do ser humano, essa é a ciência do cuidar.

Vestibular Faculdade PMPowered by Rock Convert

A atuação do profissional enfermeiro deve assegurar a integralidade da atenção e a qualidade e humanização do atendimento, bem como ser um promotor da saúde integral do ser humano.

3. Educação Física

Pensando no lazer, esporte e na cultura, o educador físico aprende no curso a ter consciência corporal, ou seja, entender e articular teoria e prática em prol da saúde. O bacharel em Educação Física atua em equipes multidisciplinares relacionadas à saúde e ao esporte, treinando, gerindo e até mesmo empreendendo com ações ligadas às atividades físicas.

É na faculdade de Educação Física que o estudante se capacita para compreender a aptidão física do indivíduo, separando as necessidades por desempenho, geralmente relacionadas ao esporte, daquelas direcionadas à saúde, no caso de obesidade ou sedentarismo, por exemplo.

Dentro da sua área de atuação, o profissional de educação física deve diagnosticar  as  necessidades  das  pessoas (crianças, jovens, adultos, idosos, pessoas portadoras de deficiência, de grupos e de comunidades especiais) com o objetivo de planejar, ensinar, orientar, assessorar, supervisionar, controlar e avaliar projetos e programas de atividades físicas recreativas, esportivas e de manutenção da saúde física e mental

Saiba identificar o curso ideal para o seu perfil

Depois de avaliar algumas opções, analisar suas características pessoais e comparar com o que os cursos de graduação têm para oferecer, fica bem mais fácil identificar o curso certo para o seu perfil.

Alguns cursos são realmente parecidos, como enfermagem e biomedicina, porém, alguns pontos específicos de atuação profissional podem fazer muita diferença, como o fato de um exigir mais o contato com pessoas em relação ao outro. Nesse caso, se você tem facilidade e gosta de lidar com pessoas, a enfermagem é mais indicada, o que não dispensa essa mesma característica para a outra opção, contudo, em menor medida, dependendo da carreira que você seguir dentro da área. Por outro lado, se seu objetivo é trabalhar no diagnóstico, na pesquisa ou na docência do ensino superior para os diversos cursos da área de saúde, a biomedicina é a opção mais indicada por permitir o desenvolvimento das competências necessárias para estas demandas profissionais.

Para direcionar mais ainda a sua escolha, você pode criar listas com suas habilidades, suas afinidades e pontos fortes da sua personalidade. Depois disso, é hora de se perguntar em quais cursos de graduação essas características melhor se encaixariam. A partir daí, é o momento de buscar informações sobre os cursos, a carreira e as atividades do dia a dia desse profissional.

Depois dessa etapa de autoconhecimento, que também pode ter interferência de amigos e parentes — pois eles são uma ótima ajuda nesses momentos —, a segunda etapa é a pesquisa. Ligar seu perfil pessoal com o perfil profissional de cada curso é o que possibilita que algumas opções sejam “eliminadas” e outras, que você nunca imaginou, apareçam como boas alternativas.

São vários os cursos de graduação, diversas as faculdades que os oferecem e muitas as possibilidades de trabalho e de se ter uma carreira promissora. Considerar tudo isso é essencial para não se arrepender depois e fazer o curso ideal para seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Quer receber em seu e-mail outras dicas valiosas sobre cursos de graduação? Assine nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário