Dicas sobre carreira

Curso técnico ou faculdade: veja um comparativo do que fazer

novembro 6, 2018
Curso técnico ou faculdade
Tempo de leitura 6 min

O que é melhor: investir em um curso técnico ou faculdade? Essa é uma das dúvidas mais frequentes para quem ainda está no ensino básico e também para quem já saiu da escola há algum tempo e pretende se especializar em algum ramo profissional.

Algumas diferenças são pontuais, como o tempo de duração de cada tipo de curso e o panorama no mercado de trabalho. Contudo, outras características podem ser decisivas na hora de optar por um ou por outro — como as diferenças salariais, a empregabilidade e a especialização.

É inegável que essas são duas boas opções de estudo, mas conhecer as vantagens e desvantagens de cada uma delas pode ajudar muito na escolha. A sua decisão deve ser pautada principalmente nos seus objetivos pessoais e profissionais. Quando você sabe qual é a sua intenção com o curso, é possível entender qual é a melhor maneira de atingir essas expectativas.

Enquanto o curso técnico pode ser feito ao mesmo tempo que o ensino médio, a graduação só começa depois dessa etapa escolar ser finalizada. Embora o ensino técnico seja vantajoso para quem quer entrar logo no mercado de trabalho, é com a graduação que as possibilidades de cargos altos e maiores salários aumentam.

Continue a leitura deste artigo para saber mais sobre as diferenças e não se arrepender ao escolher entre curso técnico ou faculdade. Separamos as principais dúvidas de quem busca se especializar e garantir espaço no mercado.

O que é um curso técnico?

Diferentemente da faculdade, o curso técnico não é considerado de nível superior. Conhecidos pela curta duração, que varia entre 12 e 36 meses, o estudante pode optar por fazê-lo integrado ao ensino médio em escolas técnicas ou em outras instituições. Ainda há a possibilidade de fazê-lo depois de concluir o ensino médio.

O foco dessa modalidade de ensino está na especialização rápida para o mercado de trabalho. Dessa forma, os cursos tendem a ser voltados para a prática. Também são oferecidos de acordo com os setores em alta no mundo dos negócios.

O estudante concluinte recebe um certificado que comprova seus conhecimentos em uma área específica, permitindo que ele atue em vagas do mesmo nível em diferentes setores.

Ligados ao campo de atuação de interesse do aluno, os cursos técnicos fixam mais na prática do que na teoria. Eles tendem a ser mais acessíveis, mas a atuação no mercado depende muito das vagas para tal especialidade.

O que é uma graduação?

A graduação permite uma visão mais ampla dos setores de trabalho. O tempo de duração dos cursos varia entre 2 e 6 anos, dependendo da área escolhida. Na educação física, por exemplo, a duração mínima é de 8 semestres, enquanto o curso de enfermagem chega ao mínimo de 10 semestres.

Mesmo parecendo desvantagem, o tempo é necessário para uma abrangência maior na área. Além do mais, o profissional recebe o diploma de ensino superior ao final do curso, o que lhe proporciona uma gama de conhecimento sobre o meio profissional como um todo e também a possibilidade de fazer pós-graduação, podendo depois trabalhar direto no mercado ou atuar na pesquisa e como professor do ensino superior.

A atuação de quem faz uma graduação não é nem um pouco limitada. Apesar de o mercado de trabalho precisar de pessoas especializadas em setores específicos, é cada vez maior a busca por profissionais completos, ou seja, que conseguem enxergar o todo de uma área e atuar de maneira eficiente dentro de uma empresa.

Veja algumas vantagens da faculdade.

Salário

Basta uma pesquisa rápida em um site de vagas para conferir as diferentes ofertas salariais para quem tem graduação. Isso acontece pelo fato de o profissional graduado ter habilidades diversificadas dentro de uma mesma área de atuação.

Não deixando de considerar a importância do técnico, na faculdade de enfermagem, por exemplo, o conhecimento adquirido em 5 anos é consideravelmente mais amplo e mais valorizado.

Empregabilidade

Com um diploma de curso superior, as chances de manter um bom emprego são maiores. Além disso, o conhecimento adquirido permite que o profissional vislumbre ter o próprio negócio.

Um graduado em educação física pode ser personal particular, professor em escola ou empreender abrindo uma academia, assim como quem forma em biomedicina pode abrir um laboratório, por exemplo, ou atuar na carreira docente no ensino superior.

Especialização

Outra vantagem da faculdade é a continuidade dos estudos no nível superior. Para quem pretende seguir a carreira acadêmica, as pós-graduações “stricto sensu”, como o mestrado ou o doutorado, já aparecem como critério mínimo em muitas instituições.

Além disso, as especializações “latu sensu” servem como diferencial em um mercado de trabalho concorrido como o nosso.

Qual tipo de curso fazer na faculdade?

Os cursos superiores são encontrados em três modalidades: licenciatura, bacharelado e tecnólogo. Além das diferenças em relação ao curso técnico, ainda existem as especificidades de cada tipo de faculdade.

Resumidamente, a licenciatura abrange os cursos que formam professores do ensino básico, como matemática e educação física, enquanto o bacharelado forma o profissional que atua no setor privado e público, geralmente mais voltado para o mercado.

Por fim, os tecnólogos são cursos mais curtos e focados em áreas específicas, mas com formação de nível superior.

A escolha do tipo de curso e da graduação em si vai depender dos seus objetivos pessoais e profissionais. Se você busca uma entrada rápida no mercado de trabalho e ainda está no ensino médio, um curso técnico pode ser uma opção para conhecer áreas de interesse e se identificar com o que pode ser a sua futura graduação.

Fazer uma faculdade é abrir um conjunto de possibilidades, que como vimos, influencia no salário, na empregabilidade, na especialização e em outros muitos fatores importantes para um futuro promissor.

Mesmo que o investimento de dinheiro e de tempo seja maior, ainda é possível ter vantagens bastante relevantes quando o assunto é a escolha entre curso técnico ou faculdade.

Agora que você tem em mãos esse comparativo para escolher o que fazer quanto ao seu futuro profissional, que tal assinar a nossa newsletter e receber diretamente no seu e-mail outras informações como essas? Aproveite para ficar informado sobre o assunto!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário