Dicas sobre carreira

Como conseguir pagar a faculdade sem dívidas? Confira o post!

janeiro 10, 2020
como conseguir pagar a faculdade
Tempo de leitura 5 min

Saber como pagar a faculdade é uma das barreiras para o estudante que tem desejo de fazer uma graduação, porém dispõe de poucos recursos financeiros para arcar com essa dívida em longo prazo — além dos outros custos envolvidos, como transporte, alimentação, aquisição de livros etc.

Todavia, a mensalidade da faculdade é a porcentagem maior desse levantamento e muitos desistem nos primeiros anos, pois não conseguem lidar com essa dívida que vai aumentando.

Felizmente existem algumas estratégias das faculdades ou do governo que o aluno deve conhecer para se manter nos estudos, parcelar suas despesas e almejar o tão sonhado diploma na profissão que escolheu.

Quer saber como pagar a faculdade sem dívidas? Então, não perca as dicas que daremos a seguir!

Conheça as opções que a faculdade oferece

Uma faculdade particular necessariamente apresenta diversas opções para facilitar a entrada e permanência do aluno nos estudos. Por isso, antes de prestar o Enem ou buscar outras formas de ingresso, é preciso pesquisar sobre essas opções nos principais canais de comunicação da instituição de ensino.

Também é essencial verificar o ranking de qualidade da faculdade perante os critérios do Ministério da Educação (MEC), observando também os critérios para concorrer às modalidades oferecidas, o número de propostas etc.

Outro ponto interessante é buscar referências sobre a faculdade com os alunos que já estão em curso, com ênfase nas questões relacionadas à facilidade de negociação e parcelamento da mensalidade.

Para todos os efeitos, é essencial conhecer as obrigações contratuais de ambas as partes, os critérios de cancelamento e os requisitos para se candidatar às determinações preconizadas pela instituição.

Veja as opções disponíveis de como pagar a faculdade

Tente o FIES

O Financiamento Estudantil (FIES) é uma modalidade realizada em parceria com universidades privadas e o com o governo brasileiro que foi instituído pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001.

Ao longo dos anos de sua existência, ocorreram modificações para facilitar ao acesso do futuro universitário aos cursos de graduação particulares que obtinham índices satisfatórios de ensino pelos critérios estabelecidos pelo MEC.

Os critérios para participar do FIES envolvem comprovação mensal da renda familiar, avaliação da faculdade e desempenho acadêmico do aluno.

Participe do Prouni

O Programa Universidade para Todos (Prouni) tem como propósito assegurar o ensino de graduação mediante a liberação de bolsas integrais e parciais nos diversos tipos de instituições espalhadas pelo Brasil.

Também apresenta a vantagem de poder ser usada por até um período superior a duas vezes o prazo determinado para conclusão da graduação, oferecendo assim possibilidade de o aluno conseguir o tão sonhado diploma.

Porém, existem requisitos a serem observados tanto para aqueles futuros graduandos que optam por essa modalidade quantos por aqueles que já efetuaram o pagamento de algumas mensalidades ou que desejam participar de disciplinas não contempladas no currículo regular do curso.

Powered by Rock Convert

Portanto, quem desconhece essa oportunidade e ainda não se inteirou do assunto deve estudar as condições para participar dessa forma de pagar a faculdade, por meio do acesso a página do MEC.

Pesquise bolsa da própria faculdade

As faculdades também oferecem oportunidades financeiras para os alunos que desejam se matricular em um dos seus cursos. A possibilidade de oferta de bolsas varia na porcentagem de 10% no valor da mensalidade até isenção completa durante alguns anos.

Para conhecer mais sobre esse benefício, o estudante do ensino médio deve ler as regras do edital, providenciar a documentação solicitada e comparecer para realização da prova destinada a essa finalidade.

Alguns centros de ensino de graduação também oferecem bolsas de descontos durante o curso, enquanto outras devolvem o valor financeiro investido para os alunos que foram destaque acadêmico.

Ressalta-se que as regras de desconto são específicas para cada faculdade e cabe ao aluno avaliar quais são as mais vantajosas, para evitar problemas futuramente por inobservância das cláusulas do contrato.

Procure financiamentos privados

O sonho de se tornar um profissional graduado não pode ser obstruído pelo problema de como pagar a faculdade. Nesse sentido, outro tipo viável para ser analisado são os financiamentos privados.

As propostas oferecidas pelas agências bancárias devem ser avaliadas cuidadosamente, principalmente em relação ao valor do empréstimo, percentual de juros e critérios para descredenciamento do programa.

Sendo assim, cabe ao estudante a escolha da proposta mais vantajosa financeiramente e da solicitação de um fiador para finalizar o contrato, pois é uma das exigências para que o processo ocorra.

Nessas situações, a presença do fiador é uma garantia do empréstimo intermediado pelas agências bancárias para evitar prejuízo financeiro por falta de pagamento dos empréstimos destinados à mensalidade da escola.

Considere trabalhar durante o curso

Estudar e trabalhar pode ser desafiador para alguns, mas necessário para outros. Portanto, quem opta por essa proposta deve ser bem organizado nos estudos e disciplinado no ambiente de trabalho.

As vantagens dessa integração, além da possibilidade de arcar com as despesas acadêmicas, são o amadurecimento pessoal e profissional, a ampliação da rede de contatos e o desenvolvimento de outras competências.

As desvantagens são processos que devem ser contornados sempre que possível, tais como: o cansaço crônico, a dificuldade para cumprir a carga horária dos estágios obrigatórios e a redução de tempo para se dedicar aos estudos.

Para aqueles que almejam conciliar essas duas situações, mas desejam trabalhar na área de atuação do curso escolhido, é interessante buscar estágios remunerados que ajudam a reduzir as despesas pessoais e da escola. Também é possível analisar o estágio no primeiro semestre, caso ele compense financeiramente.

Saber como pagar a faculdade sem dívidas pode ser uma das primeiras preocupações do futuro estudante. Por isso é essencial buscar as alternativas possíveis, verificar a viabilidade de usá-las e se dedicar com responsabilidade à modalidade escolhida. Isso porque, na maioria das opções, o desempenho acadêmico satisfatório será considerado no contrato de prestação de serviços.

Agora que já sabe como pagar seu curso de graduação sem dívidas, não deixe de ler também as principais formas de ingressar na faculdade da Polícia Militar!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário