Dicas sobre carreira

Carreira em Nutrição Esportiva: veja como é e como seguir nessa área

Maio 29, 2020
carreira em nutrição esportivatrição esportiva
Tempo de leitura 6 min

A carreira em Nutrição Esportiva está diretamente relacionada ao mercado fitness. Bem-estar, corpo malhado e qualidade de vida são resultados que despertam nas pessoas o desejo de estar em dia com a alimentação e os exercícios físicos.

Para isso, o profissional deve conhecer com mais profundidade esse trabalho. Vamos explicar o que é nutrição esportiva, quanto é o salário do profissional, qual o seu perfil e quais as oportunidades e desafios da profissão.

Quer conhecer com mais detalhes da carreira em Nutrição Esportiva? Confira!

O que é Nutrição Esportiva?

A Nutrição Esportiva tem se expandido muito no mercado de trabalho devido ao seu valor na vida das pessoas que buscam qualidade de vida. É uma ramificação da Nutrição direcionada para esportistas amadores e profissionais. Essa área trabalha em harmonia com a Educação Física, pois ambas se completam para que o resultado seja positivo.

Também é voltada para as pessoas que praticam atividades físicas frequentemente, pois um dos seus objetivos é intensificar o desenvolvimento físico e desportivo.

Essa profissão trabalha diretamente nos assuntos relacionados a uma alimentação equilibrada, com hábitos alimentares adequados e, quando algumas carências são detectadas, podem ser resolvidas por meio de suplementação. Isso só é possível devido ao contato direto com os atletas.

Entende-se que toda a produção voltada para as atividades físicas está relacionada diretamente a uma alimentação balanceada, e é este o papel desse profissional: indicar os alimentos exatos para o pré-treinos e o pós-treinos físicos.

Quanto ganha o profissional?

A princípio o salário do profissional de Nutrição Esportiva é de, aproximadamente, R$ 2.000,00, porém, é muito relativo. Depende do lugar em que exerce suas funções e do fluxo de atendimentos individuais diários ou em grupo de atletas.

O especialista em Nutrição Esportiva pode ter um salário mais elevado, entre R$ 4.000,00 e R$ 8.000, 00, quando atua em responsabilidades maiores como em campeonatos, por exemplo. Esse valor pode ser diferente em cada região do País.

Em alguns grandes estados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal, a procura por um entendedor de Nutrição Esportiva é bem elevada e, nesses lugares as pessoas têm maior reconhecimento e entendem melhor o valor desse trabalho e, assim, pagam o valor merecido.

Qual o perfil do profissional da área?

O profissional de Nutrição Esportiva tem uma responsabilidade significativa na vida dos que buscam qualidade de vida. Esse profissional atende pessoas com diferentes realidades no que se refere à saúde e exercícios físicos, algumas á são saudáveis e buscam esse apoio para manter o estilo de vida e conservar a vitalidade. Outras, ainda estão em busca do bem-estar e veem nesse entendedor um “caminho” seguro para alcançar uma vida sadia que muitos desejam ter. 

Powered by Rock Convert

O curso de Nutrição tem a duração de 4 a 5 anos e é composto por uma matriz curricular permeada de temas voltados para o corpo humano e para a vida nutricional das pessoas.

Observe algumas disciplinas essenciais que precisam fazer parte do curso de Nutrição:

  • Anatomia: é um campo da Biologia que estuda a organização do corpo humano, como órgãos, tecidos e sistemas;
  • Bioquímica: todo organismo vivo é formado por reações biológicas e químicas impossíveis de serem vistas a olho nu e que são essenciais à vida;
  • Histologia: é a disciplina que estuda os tecidos biológicos, mais especificamente sua estrutura, formação e função dos tecidos;
  • Biologia Molecular: essa área está voltada para a Bioquímica e a Genética; por isso, estuda a relação entre os vários sistemas da célula, incluindo a relação entre RNA e DNA.

Porém, a graduação não é o início nem o fim da formação de quem vai atender pessoas no que se refere à Nutrição Esportiva. Muito pelo contrário, é apenas o primeiro passo, pois trabalhar com a vida humana requer um grau elevado de conhecimentos específicos. Diante dessa seriedade, o mais indicado é que o profissional, após a conclusão do curso de graduação em outra área, realize uma especialização específica em Nutrição Esportiva.

O curso de especialização para essa área tem a duração de, aproximadamente, 2 a 3 anos. Em sua matriz curricular, devem constar disciplinas indispensáveis, como:

  • estudos sobre o sistema imunológico, estado nutricional e os exercícios físicos;
  • bioquímica e sua relação com a Nutrição Esportiva;
  • demandas energéticas e fisiologia do corpo nos exercícios;
  • aspectos psicológicos e comportamentais relacionados à Nutrição Esportiva;
  • relação da absorção e a digestão dos nutrientes e a assimilação pelo organismo;
  • interpretação de exames laboratoriais.

Por meio dos conhecimentos adquiridos, o especialista em Nutrição Esportiva está preparado para avaliar e resolver as diversas situações das pessoas que confiam em sua prática profissional. O diferencial dessa profissão é que os atendimentos podem ser personalizados ou em grupo, como nos times de futebol, por exemplo.

É importante conhecer os atletas a fundo, seu estilo de vida, seus costumes e rotinas alimentares e, ainda, como é a estrutura psicológica e as práticas dos exercícios físicos.

Quais as oportunidades e desafios?

O profissional da carreira em Nutrição Esportiva que, no período de graduação e especialização, empenhou-se em apreender todos os conhecimentos apresentados nas disciplinas, muito provavelmente está habilitado a dar palestras, apresentar temas em congresso e workshops e outras participações.

Expandir os conhecimentos em cursos stricto sensu, como mestrado e doutorado, pode alavancar a carreira profissional e novas oportunidades podem surgir. Esses títulos também são fatores que valorizam o salário e motivam a crescer a cada dia.

O mercado de trabalho é um tanto competitivo, mas o conhecimento e as titulações podem fazer o diferencial. Um desafio importante a ser observado, por exemplo, é no que se refere a profissionais de outras áreas: vale ressaltar que o empreendedorismo em Educação Física para profissionais que atendem atletas em times de competição pode levá-los a outro patamar, como investir em seu próprio consultório.

Exercer a atividade de Nutrição Esportiva dentro de grandes times que participam de competições acaba sendo um imenso desafio, pois realizar a indicação de suplementos e outras propriedades aos atletas deve ser avaliado com cautela para que, durante a realização do doping, não sejam detectadas algumas substâncias ilícitas que possam prejudicar as carreiras dos competidores.

Percebeu como a carreira de Nutrição Esportiva pode mudar sua vida e das outras pessoas? Conhecer com detalhes a carreira e o que fazer para chegar lá é fundamental. Saber sobre o salário e os ramos de serviços também pode ajudar a resolver na escolha. O mais importante é que você pode ajudar a transformar muitas pessoas e dar qualidade de vida a elas. Fazer parte do meio fitness eleva a autoestima e proporciona qualidade de vida.

Então, achou importante conhecer a carreira de Nutrição Esportiva? Gostou deste artigo? Assine nossa newsletter para receber mais assuntos que podem ajudar nos seus estudos e, futuramente, na sua carreira profissional.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário