Dicas sobre carreira

Fazer bacharelado ou licenciatura em Educação Física? Entenda as diferenças!

julho 7, 2020
bacharelado ou licenciatura em educação física
Tempo de leitura 6 min

Saber escolher entre bacharelado ou licenciatura em Educação Física é fundamental para que o aluno entenda em qual área deseja seguir sua carreira profissional, pois as duas modalidades têm características distintas.

No currículo do curso de Educação Física, o aluno terá oportunidade de conhecer as duas modalidades para, posteriormente, fazer as disciplinas direcionadas a cada uma, conforme definido pela resolução nº 6, de 18 de dezembro de 2018, que institui as diretrizes curriculares nacionais do curso de Educação Física. Essas diretrizes estabelecem uma etapa comum, nos quatro primeiros semestres, e uma etapa específica, nos quatro últimos semestres, na qual se define a modalidade a ser seguida.

Além disso, existem graduações que oferecem as duas modalidades, enquanto outras são mais direcionadas a uma delas; portanto, uma pesquisa aprofundada das características e da instituição de ensino é recomendada.

Quer saber mais sobre bacharelado e licenciatura em Educação Física? Então, fique conosco e aprenda!

Diferenças entre licenciatura e bacharelado em Educação Física

A diferença mais marcante entre a licenciatura e o bacharelado em Educação Física diz respeito às linhas de estudo. Enquanto a primeira se dedica a preparar o estudante para atuar na educação, a outra mostra uma visão de saúde, direcionada ao mercado de trabalho.

Atuação

A atuação do profissional de educação física que optar pela licenciatura será nas atividades de ensino e pesquisa. Então, as áreas de atuação são escolas públicas e privadas e centros de pesquisa. No entanto, para ensinar em faculdades, o recém formado precisa fazer uma especialização voltada para essa finalidade.

O professor de Educação Física lecionará a disciplina para estudantes do ensino fundamental e médio e treinará equipes para competições escolares.

O estudante que optar pelo bacharelado terá oportunidade de atuar em diversos segmentos, que incluem academias, centros de treinamento, clínicas multidisciplinares, ambulatórios de reabilitação, entre outras.

Caso tenha interesse, o graduado poderá fazer especialização em Pilates ou outros cursos que complementam sua formação e ajudam a se destacar no mercado de trabalho, principalmente nas áreas não exclusivas do educador físico.

Na área de pesquisa, tanto o bacharel quanto o licenciado poderão fazer mestrado e doutorado, elaborar artigos científicos e publicar suas conclusões em revistas renomadas, participando também de congressos e eventos sobre sua linha de pesquisa.

 Formação

Quem cursar educação física terá uma matriz curricular básica incluindo disciplinas de:

  • Anatomia;
  • Biologia Celular;
  • Bioquímica;
  • Biofísica;
  • Fisiologia Humana;
  • Patologia;
  • Biomecânica dos movimentos;
  • Primeiros Socorros.

Nesse primeiro momento, as matérias são voltadas para o embasamento daquelas mais específicas do cursos, como aspectos conceituais e práticos dos esportes, fundamentos de futebol, ginástica rítmica, atletismo, atividades aquáticas e diversos tipos de lutas.

Quando o aluno opta pela licenciatura, terá disciplinas sobre didática da educação física, estágios supervisionados em escolas públicas e particulares, psicologia dos esportes, entre outras.

Se o estudante escolher o bacharelado, aprenderá fundamentos mais aprofundados nos esportes, metodologia para realizar pesquisas científicas, gestão de negócios em serviços clínicos, entre ouras disciplinas.

Oportunidades no mercado

As oportunidades no mercado de trabalho são amplas para a licenciatura e o bacharelado em Educação Física, principalmente para aqueles alunos que são dedicados e competentes em sua atuação.

É possível fazer estágio obrigatório em escolas particulares que, posteriormente, contratarão os futuros profissionais, caso demonstrem comprometimento e conhecimentos suficientes para supervisionar os alunos. Para ingressar nas escolas públicas por tempo indeterminado, é preciso fazer concurso público, mas existem opções de contratos para suprir uma demanda temporária.

Powered by Rock Convert

Os profissionais de educação física que fizerem bacharelado podem enviar o currículo para academias de ginástica, clínicas de reabilitação e clubes esportivos, como os de futebol, voleibol e atividades aquáticas.

E ainda que o aluno tenha cursado bacharelado e deseje ministrar aulas, pode escolher uma faculdade e realizar a licenciatura, aumentando assim as formas de atuação na área.

Duração do curso

A duração do curso é em média de 8 semestres, variando conforme a opção do aluno em fazer a complementação acadêmica para as duas modalidades, optar por cursar mais disciplinas não obrigatórias ou atrasar o trabalho de conclusão de curso.

Por isso, é recomendável que o aluno frequente regularmente o curso, para obter o título de graduação dentro do prazo e não interferir nos planos futuros de investimento na carreira de profissional de educação física

Ressalta-se que, durante a graduação, é interessante que os alunos não fiquem presos à matriz curricular. São sugestões de atividades complementares:

Como escolher

Escolher entre as modalidades bacharelado ou licenciatura em Educação Física é uma decisão que requer planejamento e avaliação das características de uma. Veja mais sobre isso a seguir.

Considere seu perfil

Se o aluno tiver perfil para ensinar ou demonstrar interesse na pesquisa científica, então a licenciatura será uma alternativa viável para ele. Porque essas características serão determinantes na escolha por essa modalidade.

Caso o estudante tenha mais vontade de atuar profissionalmente em clubes esportivos, academias, ajudar na reabilitação de atletas ou dar consultorias nessas áreas, o bacharelado será mais indicado.

Para ambas as modalidades, é preciso desenvolver habilidades para lidar com pessoas, competência para dialogar e muito conhecimento do assunto, pois será um diferencial perante os concorrentes.

Defina seus objetivos para o futuro

Uma das formas interessantes de optar por fazer bacharelado ou licenciatura em educação física é a definição dos objetivos para o futuro. Sendo assim, o aluno deve pensar como ele visualiza sua posição após a formatura.

Se os objetivos estiverem relacionados a ser um excelente professor, referência em algum assunto importante da área, congressista ou mesmo idealizador de projetos escolares, a licenciatura será a modalidade mais indicada.

Mas, se a meta é se tornar um grande treinador de equipes, transformar o mindset dos atletas ou trabalhar com outros profissionais de saúde para melhorar o bem-estar físico dos indivíduos, então o bacharelado é a modalidade a ser escolhida.

Avalie com atenção as opções

Fazer bacharelado ou licenciatura em Educação Física implica conhecer detalhadamente as duas modalidades, avaliar o interesse de cada uma e saber as disciplinas que são contempladas em cada uma delas.

A escolha inicial é importante, mas não significa que será excludente, pois o aluno pode ingressar novamente no curso e fazer a modalidade faltante, o que aumenta ainda mais as oportunidades de emprego.

Porém para não perder muito tempo e recursos financeiros, é aconselhável decidir por aquela modalidade de maior interesse e ser o destaque acadêmico durante o curso, vislumbrando a área de atuação desejada.

Escolher fazer bacharelado ou licenciatura em Educação Física é uma decisão importante que precisa ser respaldada por um amplo conhecimento dessas modalidades, pela análise do perfil do candidato e pelas oportunidades de trabalho no mercado. Além disso, é crucial ter dedicação ao curso e aperfeiçoar outras competências além dos conhecimentos como profissional de educação física.

E você , ficou interessado em conhecer mais sobre o curso de Educação Física? Então, entre em contato conosco!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário